CASAMENTOS João Pessoa - PB

Carla e Veto

A fotografia e a poesia estão sempre juntas, como todas as vertentes da arte. Nesse casamento tivemos o prazer de juntá-las no mesmo lugar.

Vou deixar aqui como descrição do trabalho o soneto feito pelo noivo para a sua amada.


Eu queria saber o que acontece

Quando o amor, pela morte, é interrompido

Porque eu sinto que e a gente se conhece

Desde antes da gente ter nascido


Eu presumo que o amor seja mantido

Por mais vidas que ele atravesse

Nosso corpo até pode ter esquecido

Mas a alma, de fato, nunca esquece


Então fica acertado desde agora

Que no dia em que a gente for embora

E sobre nós, no chão, nascer uma flor


Eu só volto a este mundo com a certeza

De que Deus recriou tua beleza

Preu viver outra história de amor


De Veto para Carla